Seguro de Vida. Como escolher o ideal para você?



O Seguro de Vida vem ganhando cada vez mais importância. É uma proteção que pode não só ser uma segurança para a família caso algum imprevisto ocorra, mas também uma proteção financeira para o patrimônio do segurado e de seus familiares. Por isso, escolher o ideal nem sempre é fácil. São muitas as opções de coberturas, o que torna essa busca um tanto quanto complicada. Pensando nisso, listamos abaixo alguns pontos a serem avaliados no momento da contratação.


Coberturas


Os segurados precisam se informar sobre as coberturas que podem ser escolhidas para o seguro de vida e, entre elas, quais são mais adequadas para sua realidade.


Se os clientes buscam proteger toda a família, por exemplo, uma sugestão é optar por um seguro completo que permite contratar a cobertura extensível ao cônjuge. Por outro lado, se a preocupação do segurado for proteger a si, ele pode optar por coberturas como Doenças Graves, que garante a indenização em caso de diagnóstico de alguma das doenças coberturas para utilizar em vida, da forma como preferir, ou coberturas como DIT (Diárias de Incapacidade Temporária) em caso de acidente ou doença, incluindo cobertura para LER/DORT e Hérnia.


Esse seguro garante um valor diário de indenização ao segurado, de acordo com cada dia de afastamento das atividades laborativas, protegendo parte de sua renda ou, ainda, coberturas como DIH (Diária de Internação Hospitalar) por acidente ou doença, que inclui indenização adicional a cada dia de internação em UTI e o DMHO (Despesas Médicas, Hospitalares e Odontológicas) por acidente, e garante o reembolso de despesas em caso de acidentes cobertos pelo seguro.


Valor de indenização


É importante se atentar à escolha do valor de indenização adequado para as necessidades que cada um terá durante as diferentes fases da vida. Por exemplo, o seguro pode ser contratado com indenizações voltadas para:


– Formação familiar e nascimento de filhos, no qual a cobertura deve ser maior para cobrir o futuro e estudos do novo membro da família;


– Independência dos filhos, momento no qual é possível proporcionar uma boa educação e os dependentes são financeiramente mais estáveis;


– Aposentadoria, que conta com coberturas diferentes no seguro de vida e a apólice pode ser mais enxuta, assim como o valor pago no seguro.


Tempo de contrato


Atentar-se ao tempo de contrato necessário para cada momento de vida também é indispensável ao contratar um seguro de vida. Isso se deve ao fato de que os acordos podem ser fixos, prevendo ou não a renovação; ou vitalícios, que se encerram apenas quando ocorre um evento coberto pelo produto ou com pedido de cancelamento por parte do cliente.


Além disso, quanto à forma de pagamento, os produtos podem determinar que a indenização seja paga à vista ou até mesmo sob forma de renda mensal, e cabe ao segurado definir o que melhor encaixa para ele e seus beneficiários.


O seguro de vida é um produto no qual é contratado um valor que será pago aos beneficiários do segurado em caso de morte, ou ao próprio cliente, no caso de invalidez permanente ou de uma doença grave, por exemplo. Produtos desse nicho podem ainda complementar qualquer planejamento financeiro e ser a garantia de que a família do segurado poderá se reestruturar economicamente caso algum imprevisto aconteça.