Vem chegando o verão!

Saiba o que os seguros residenciais cobrem em caso de acidentes causados pelas fortes chuvas comuns nessa estação do ano.


Todo ano é a mesma coisa: chega o verão e, com ele, chegam também aquelas tempestades de fim de tarde que costumam deixar a cidade debaixo d'água, trazendo grandes transtornos aos seus moradores.

Não é nada incomum carros e até casas serem atingidos e danificados por quedas de galhos, árvores, alagamentos e outros perigos causados pela ação da água e do vento.

É por isso que manter seu seguro em dia, seja automotivo ou residencial, é fundamental para minimizar possíveis prejuízos nessas horas.

Mas, o que de fato esses seguros cobrem?

No caso dos seguros residenciais, é preciso contratar coberturas específicas para ventos fortes, o que inclui categorias de vendaval, furacão, ciclone e tornado. São modalidades que cobrem qualquer dano causado por ventos com velocidade superior a 54 km/hora. Ao contratar esse adicional, há cobertura para qualquer dano causado à estrutura do imóvel, incluindo quebra de vidros de portas e janelas e telhados, além de seu conteúdo.

Quanto aos toldos, as companhias normalmente não cobrem o equipamento, mas atualmente já aceitam a inclusão do item quando o segurado solicita e paga uma taxa extra.

É muito importante que, ao primeiro sinal de quem vem chuva e vento forte por aí, você se certifique que suas janelas e portas estão bem fechadas, para evitar a entrada de água ou objetos no interior de seu imóvel. Caso a perícia da seguradora comprove que houve imprudência do segurado, e isso aumentou o dano causado, há o risco de perda parcial ou total da cobertura.

Confira os principais tipos de proteções para residências:

> Cobertura básica: cobre incêndios, quedas de raio, explosões e fumaça de qualquer causa ou natureza.

> Danos elétricos: é preciso contratar um seguro específico para isso e ele cobre danos a eletroeletrônicos e instalações elétricas em razão de curto circuito e variação de tensão.

> Danos por causas naturais: cobre danos causados por eventos da natureza, como vendavais, furacões, tornados, chuvas de granizo, desmoronamentos e inundações. Também requer contratações específicas para esses tipos de coberturas.

> E aí, está preparado para o calor e para as chuvas deste verão?

Fonte: O Globo Online